Marcos Pontes critica tentativa do governo de baixar taxa de juros

Da Agência Senado | 23/03/2023, 17h30 Fonte: Agência Senado

Marcos Pontes critica tentativa do governo de baixar taxa de juros
Sen. Astronauta Marcos Pontes (PL-SP) | Jefferson Rudy/Agência Senado

Em pronunciamento no Plenário, nesta quinta-feira (23), o senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP) criticou a tentativa do governo de baixar a taxa básica de juros (Selic), ao pressionar o Banco Central. Para ele, os juros altos não são a causa do aumento da inflação, mas a política fiscal.

Segundo Marcos Pontes, "a causa está no descontrole fiscal, no aumento de impostos". Ele defendeu que "se houver responsabilidade do governo em fazer uma gestão com eficiência, um governo que possa trabalhar com o mínimo necessário", haverá condições para o desenvolvimento.

O senador lembrou que a taxa é revista a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central levando em conta vários fatores, entre eles, a meta de inflação e a sua previsão ou o que eles estão prevendo como inflação.

Ele também destacou a necessidade de respeitar a atuação dos funcionários do Banco Central, que consideram vários fatores para decidir o que é melhor para o país em relação a inflação e taxa básica de juros (Selic). Pontes observou que o governo "não pode ser irresponsável e, em uma canetada, ou de outra maneira, baixar a taxa básica de juros achando que isso vai ser a solução dos problemas”. Para o senador, o Executivo tem que levar em conta uma série de outros fatores mais importantes:

— Para reduzir a previsão da inflação, o governo tem que tomar certas providências, como, por exemplo, cuidar da redução dos impostos. Menos impostos significa menos carga em cima do setor produtivo, menos cargas em cima das empresas, que vão ter mais recursos para investir na produção no país, na melhoria da estrutura produtiva. Além disso, se reduzir e desonerar a folha trabalhista, vai ter mais empregos à disposição das pessoas. E mais empregos significam mais recursos para o trabalhador e mais capacidade, mais recursos para o trabalhador, significa mais capacidade de compra num sistema mais sólido de produção, de forma que a gente possa ter uma projeção de inflação menor e, com essa redução de projeção da inflação, com menos impostos, com mais produção, significando a redução da taxa Selic lá para frente como consequência.

Fonte: Agência Senado